judo_mulheres

Fortes, suaves e belas: quando o kimono é vestido por mulheres.

Quando Jigoro Kano idealizou o Judo não imaginou a popularidade que a modalidade iria – anos mais tarde – ganhar junto das mulheres. Mas não é de estranhar: ao reunir numa modalidade a força física e mental, Jigoro Kano dotou-a da capacidade de atrair figuras mais frágeis por natureza. Ele próprio era, aliás, uma figura franzina.

Desengane-se quem pensa (e ainda há quem pense!) que o judo é um desporto de homens.  O Judo é uma ótima opção para definir os músculos mas também para queimar calorias. Uma aula pode ter um consumo calórico superior a 600 kcal.

À crescente popularidade junto do público feminino, não é alheia a pretensão de desenvolver técnicas de defesa pessoal, alimentar a autoestima e aumentar o grau de concentração. Tudo através do ‘Caminho Suave’.*

(…)  o judo ainda é visto como um desporto para rapazes. É uma mentalidade que tem que ser mudada e compete-me em parte a mim, como atleta e como judoca profissional, passar a mensagem e fazer perceber aos pais que de facto o judo não é só para rapazes. O judo não torna uma mulher menos mulher, ou por exemplo, uma arte marcial, eu acho até que a torna mais capaz e forte.  Telma Monteiro (in sabado.pt)

*a palavra Judo vem de Ju (suavidade) + Dô (caminho).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *